Entre o Certo e o Errado: Uma lição muito mais interessante!

Publicado por em 18/06/2014 às 22h32

Hoje uma paciente me contou que no intuito de ajudar a sua filha de 7 anos a conquistar um pouco de autonomia na escola, combinou com ela que depois da aula ela iria comprar um lanche e voltar para o reforço. Deu um dinheiro para a menina e foi busca-la no horário combinado. Quando chegou na escola, a menina não tinha ido na aula de reforço, se distraiu pelo caminho, chegou atrasada na aula e ficou para fora da classe.

Nada mais normal. Uma criança de 7 anos se distrair e perder a noção do tempo. Mas nesse intervalo de tempo temos um território imenso de descobertas e aventuras da cabecinha de uma criança de 7 anos. Claro que é mais fácil ficar brava, ensinar uma boa lição de certo e errado e dar o caso por encerrado. Mas ai que você se engana. Primeiro que a lição não é tão simples assim e vai se repetir. Depois que você perde uma grande oportunidade de entender o que se passa na cabeça de uma criança de 7 anos e quais as associações que ela faz e quais ela ainda não tem maturidade para fazer. Você tem que sair do lugar confortável de educador sabe tudo e se colocar no lugar de educador quero saber mais. Perguntar em vez de corrigir, ouvir as respostas ao invés de dar respostas prontas, continuar o diálogo e não fechar a conversar. Tentar de novo muitas e muitas vezes, ate que a criança se aproprie do tempo, da responsabilidade e da sua confiança, que esperamos que essa, seja para sempre!

Tania Novinsky Haberkorn

Categoria: Maternidade

Enviar comentário

voltar para Blog

|b01s bdt|b01n bsd sbss||c05|image-wrap|login news c05 fwR b01 tsN bsd|c05 normalcase uppercase sbss|b01 c05 normalcase fwR bsd|login news b01 c05 normalcase uppercase bsd|c05 tsN normalcase uppercase sbss|b01 normalcase uppercase c05 bsd|content-inner||