Maternidade

Quem precisa de terapia?

Publicado por Tania Novinsky em 18/04/2015 às 21h54

Categoria: Maternidade
Comentários (0) e Compartilhar

Meu filho não é um bibelô!

Publicado por Tania Novinsky em 12/02/2015 às 11h37

 Se seu filho não faz manha tem algo errado com você! Criança não é bem comportada e nem educada o tempo todo.Criança é um ser cheio de sentimentos, angustias e medos e com poucos recursos para lidar com tudo isso. Manha é chato mesmo, mas se você tem uma expectativa mais realista do que é a infância pode ser bem mais fácil de lidar com seu filho quando ele não for bem comportado. Na realidade é o adulto que tem que ter recursos para lidar com a manha e aos poucos, de acordo com a idade de cada criança, ensinando ela a transformar essa energia desorganizada em palavras. Isso é educação e vai depender muito de você, de como você lida com os seus sentimentos intensos, de quanto você consegue se expressar e tolerar os sentimentos intensos de outra pessoa. E isso pode levar a vida toda! Manha

 

hhttp://m.oglobo.globo.com/sociedade/toda-crianca-faz-manha-ate-as-francesas-14359263ttp://m.oglobo.globo.com/sociedade/toda-crianca-faz-manha-ate-as-francesas-14359263

Categoria: Maternidade
Comentários (0) e Compartilhar

FRUSTRAÇÃO FAZ PARTE!

Publicado por Tania Novinsky Haberkorn em 13/10/2014 às 21h10

Categoria: Maternidade
Comentários (0) e Compartilhar

Entre o Certo e o Errado: Uma lição muito mais interessante!

Publicado por Tania Novinsky Haberkorn em 18/06/2014 às 22h32

Hoje uma paciente me contou que no intuito de ajudar a sua filha de 7 anos a conquistar um pouco de autonomia na escola, combinou com ela que depois da aula ela iria comprar um lanche e voltar para o reforço. Deu um dinheiro para a menina e foi busca-la no horário combinado. Quando chegou na escola, a menina não tinha ido na aula de reforço, se distraiu pelo caminho, chegou atrasada na aula e ficou para fora da classe.

Nada mais normal. Uma criança de 7 anos se distrair e perder a noção do tempo. Mas nesse intervalo de tempo temos um território imenso de descobertas e aventuras da cabecinha de uma criança de 7 anos. Claro que é mais fácil ficar brava, ensinar uma boa lição de certo e errado e dar o caso por encerrado. Mas ai que você se engana. Primeiro que a lição não é tão simples assim e vai se repetir. Depois que você perde uma grande oportunidade de entender o que se passa na cabeça de uma criança de 7 anos e quais as associações que ela faz e quais ela ainda não tem maturidade para fazer. Você tem que sair do lugar confortável de educador sabe tudo e se colocar no lugar de educador quero saber mais. Perguntar em vez de corrigir, ouvir as respostas ao invés de dar respostas prontas, continuar o diálogo e não fechar a conversar. Tentar de novo muitas e muitas vezes, ate que a criança se aproprie do tempo, da responsabilidade e da sua confiança, que esperamos que essa, seja para sempre!

Tania Novinsky Haberkorn

Categoria: Maternidade
Comentários (0) e Compartilhar

VEJINHA DESSA SEMANA: QUEM PRECISA DE TERAPIA?

Publicado por Tania Novinsky Haberkorn em 19/05/2014 às 12h09

Número de crianças atendidas em consultórios de psicologia dobra

Angústias infantis e desorientação paterna contribuem; saiba quais são os temas mais recorrentes na capital

terapia infantil

 

Na sala de aula do 4º e do 5º ano do ensino fundamental, a professora pergunta: “Quem faz terapia?”. Metade dos alunos, por volta dos 10 anos, levanta a mão. A cena, ocorrida na semana passada no Colégio Nossa Senhora do Morumbi, ilustra o recente aumento na procura por atendimento psicológico infantil na capital. Segundo levantamento de VEJA SÃO PAULO realizado em dez dos consultórios que mais atendem pessoas dessa faixa de idade, o número de pacientes abaixo dos 13 anos dobrou nos últimos dez anos. Entre os menores, até 3 anos, o índice triplicou. Pipocam até casais grávidos: quando o rebento vem ao mundo, é incluído nas sessões.

Leia mais:

http://vejasp.abril.com.br/materia/terapia-criancas-psicologos

Categoria: Maternidade
Comentários (0) e Compartilhar

Adventures in Equal Parenting :) Dream Dream Dream

Publicado por Tania Novinsky Haberkorn em 07/05/2014 às 17h00

 

Categoria: Maternidade
Comentários (0) e Compartilhar

A Solidão da Super Mammy

Publicado por Tania Novinsky Haberkorn em 23/04/2014 às 21h19

A Solidão da Super Mammy

Assistindo a mais um episódio da Super Nanny no GNT, me chamou a atenção a solidão da mãe dos dias de hoje. É certo que o seriado tem seu contexto cultural, mas depois de ver por quase uma hora essa mãe solteira com três filhos aplicar todos os métodos da Super Nanny nessas crianças, ficou claro como o problema vai muito além do que simplesmente reforçar as regras e colocar de castigo no cantinho.

Em uma situação o menino de uns 4 anos é colocado repetidamente na cama 98 vezes! Haja costas... e paciência. Mas a mãe reinforçada pela Nanny , certa de que essa é a melhor maneira de resolver essa situação, não desiste. A interação dela com as crianças é quase abusiva, quando ela perde a calma, ela grita e segura as crianças de maneira bem agressiva.  Mas tudo dentro de um contexto em que as crianças estão sendo treinadas e educadas para que a vida em família prossiga normalmente.

As duas meninas um pouco mais velhas também têm seus ataques e desafiam a mãe com suas desobediências e caprichos. Mas a Super Nanny esta lá e da o suporte para a mãe ser firme e persistente e colocar uma delas no canto várias vezes até que ela se rende pelo cansaço e obedece. Missão comprida. As crianças estão bem comportadas e a mãe sentindo que fez um bom trabalho.

Detalhe a Super Nanny também acha que a mãe, exausta e sem muita noção de como lidar com toda essa situação sozinha, não esta demonstrando afeto e empatia nas suas falas. Então temos uma boa demonstração de como a mãe deve elogiar os filhos e fazer cara de contente.

Em nenhum momento essa mãe tem ajuda de ninguém, faz tudo sozinha, cria, educa, da afeto, limpa, cozinha, leva na escola, leva para passear, enfim esta só no mundo com essas crianças. A única ajuda mesmo vem da Super Nanny que ensina ela truques para dar conta de tudo de uma forma mais harmoniosa e fazer cara de contente. 

Tania Novinsky 

Categoria: Maternidade
Comentários (1) e Compartilhar

|b01s bdt|b01n bsd sbss||c05|image-wrap|login news c05 fwR b01 tsN bsd|c05 normalcase uppercase sbss|b01 c05 normalcase fwR bsd|login news b01 c05 normalcase uppercase bsd|c05 tsN normalcase uppercase sbss|b01 normalcase uppercase c05 bsd|content-inner||